ENTREVISTA - Para à revista Complex

    Compartilhe
    avatar
    Danilo Pk
    Admin

    Número de Mensagens : 353
    Idade : 27
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 07/04/2008

    ENTREVISTA - Para à revista Complex

    Mensagem por Danilo Pk em 7/13/2009, 2:41 am

    Entrevista



    Show de Vizinha e 24 Horas, à atriz Elisha Cuthbert Brilha no nosso dia mais uma vez.



    História por Justin Monroe
    Fotografia por Nino Muñoz
    Denominação por Tara Swennen
    Tradução por Danilo Araujo - FC

    Sabemos que o nosso modesto vizinho Canadá (Provavelmente a entrevista foi feita ou publicada em Dakota do Norte), mas às vezes pode realmente entrar em toda como um presunçoso picar... É difícil não sentir olhando para baixo em E.U. figurativamente, bem como geograficamente, graças ao seu progressivo sistema de cuidados de saúde, pendor para não - violência e de reputação mundial, sentido de humor (que acrescentar o "U", porque a Rainha disse assim!). Nós perdoamos a sua arrogância, embora, poruqe ele nos deu ouro deusa Elisha Cuthbert.Com 26 anos a ex - estrela
    de Montreal se mudou para Hollywood aos 17 anos e fez grande sucesso com grandes filmes e series.
    Em outras palavras, desculpe, Canucks, ela é nossa, mesmo que ela se agarre ao seu antigo país de alguma maneira.

    Você acha que Dennis Haysbert como o primeiro presidente negro na serie 24 Horas, ajudou a ajustar na mente da população Americana à ideia de um negro comandar o país?
    ELISHA CUTHBERT: [riso] Possivelmente.
    Lembro - me de quanta gente respondeu a ele como o presidente na serie e levaram isso para a vida real.
    Pensar que um programa de TV tem qualquer influência sobre o que vai acontecer no país é um pouco exagerado, mas 'talvez' pode ser que sim.

    Como uma canadense, recebeu o novo presidente?
    ELISHA CUTHBERT: Agora que aconteceu, é quase que... como é que posso dizer... é tipo uma loucura. Quando foi confirmado que
    Obama iria ser o próximo presidente, eu me emocionei, e eu nem sequer posso votar! Se você souber alguma coisa sobre a história americana, você sabe que é um grande passo para o país.
    Estou muito orgulhosa dos E.U. isso ira fazer grandes mudanças.

    Se você soubesse que so tem 24 horas de vida, o que você faria?
    ELISHA CUTHBERT:Eu não sei... provavelmente apenas gastá - lo com a família... talvez ir comer um big mac.[riso]

    Há grandes histórias de Kiefer Sutherland bêbado. Você tem alguma coisa desse tipo na sua memoria?
    ELISHA CUTHBERT: Hum... eu tenho, mas eu não vou te contar. [riso] Quando se trata de 24 Horas, eu conheço estas pessoas como da família. A um monte de diversão e lugares para sair,
    so vou te dizer isso.

    Que grupo: Kiefer ou Tim Allen?
    ELISHA CUTHBERT:Ai meu Deus! [riso] Não sei.

    A mulheres não se mostram para eles?
    ELISHA CUTHBERT: Não! Eu acho que eles estão ambos em um lugar onde elas gostão, feito isso, não há necessidade de dizer que tipo de grupo [eles têm]. Eu não sei seria uma espécie de empate, eu não sei
    o que dizer.

    Não ser uma estrela quando criança no Canadá e agora tanta "bagagem" como acontece nos Estados Unidos?
    ELISHA CUTHBERT: Realmente não. O Canadá tem sido muito favorável, e acho que a principal observação que eu tenho é, "Estamos orgulhosos de que você foi para Los Angeles e que tenha feito isso", e é sempre muito positivo.
    Não olhe para mim como este tipo de incómodo de uma criança no estrelato.

    Existe um problema com paparazzi lá?
    ELISHA CUTHBERT: As revistas Gossip estão definitivamente sendo vendidas, e em grandes números, mas eu acho que tenho mais uma vida privada no Canadá do que em Los Angeles, e é agradável. Mas eu acho que é como você conduz a si próprio, também.
    Quero dizer, há um monte de celebridades em revistas de fofoca que querem chamar a atenção pra si. Eu tento me manter ocupada com o trabalho tanto quanto poder, assim realmente posso manter a calma.

    Tipicamente, as relações entre atletas e atrizes recebem muita atenção. Você com seu atual namorado e também com o seu ex - namorado, ambos da jogadores da NHL, mas não recebe quase a mesma atenção como Kim Kardashian e Reggie Bush. É porque o hóquei não é popular nos E.U.?
    ELISHA CUTHBERT: Eu acho que é porque a minha vida pessoal é minha vida pessoal, eu fico privada sobre o assunto. Há sempre pessoas que vão para perguntar e sempre muito animadas quero saber sobre o que está acontecendo na sua vida privada, cabe a você a manter dentro dos seus limites.

    Quando estava trabalhando em Popular Mechanics for Kids, Hillary Clinton pediu para conhecê - la. Qual foi sua conversa, você gostou?
    ELISHA CUTHBERT: Era só ela, e ela foi muito amável uma linda molher que me fez sentir confortável.
    Eu provavelmente tinha 15 ou 16 anos e estava extremamente nervosa. Mas ela foi muito gentil, na verdade, eu continuo a receber convites para eventos de sua caridade em Los Angeles. Fale sobre o acompanhamento.[riso]

    Você torceu por ela contra Obama?Acha que ela seria uma boa presidenta?
    ELISHA CUTHBERT:Eu acho que ela é completamente capaz, mas eu estava realmete do tipo,"que uma." Quando você não é capaz de ir às urnas e votar, a sua perspectiva sobre a campanha é muito diferente de alguém que tenta prestar atenção e tomar uma decisão esclarecida. Eu era como, enquanto tivermos um destes dois [Democratas], eu ficarei feliz. Nós somos um
    país muito liberal. Para nós a compreender Bush [era] um pouco mais complicado.

    Você não faz nudez, mas sim emprega dubles. Qual é o processo de seleção para alguem?
    ELISHA CUTHBERT:Eu só tive que fazer isso duas vezes. Para ser honesta, foi muito rápido e muito básico. Eu vi três meninas e escolhi uma das três. Não foi um tempo grande de processo. Não é à procura de alguém com os seios perfeitos. Nada a ver com isso, realmente. Penso que estou tentando encontrar alguém que parece natural, alguém que parece ser bom.

    Você que dizer, alguém que age naturalmente na frente de uma câmera ou alguém,eu não sei, natural?
    ELISHA CUTHBERT:Você nunca vê seu rosto, certo?

    Você disse que gosta de assumir papéis que tem desafio e podem assustá - la. Que papel faria isso neste momento?
    ELISHA CUTHBERT:Provavelmente um musical.[riso]
    Eu não posso imaginar como seria trabalhoso. Existem poucos musicais que eu fostava, de modo que seria definitivamente dificil. Acabei recentemente de receber esse papel confortável fazendo comédia. Tim Allen me ensinou muito sobre o tempo. Comédia pode ser muito assustador par assumir um drama.

    Serio? Foi difícil fazer esses papeis?
    ELISHA CUTHBERT:A única coisa difícil sobre Captivity era ele viria para fora e ser um filme que realmente não foi o conceito original. The Quiet, houve dificuldades na produção, mas tive um grande tempo fazendo isso.

    Algumas pessoas criticaram Cativeiro, dizendo que era muito bruto. Como você está fazendo conciliar o projeto sendo uma mulher?
    ELISHA CUTHBERT:Acho que temos realmente torcida do início ao fim. É inexplicável, o que transpareceu quando estávamos fazendo isso, e tendo que voltar e adicionar mais horror e gore, e que aconteceu na mídia. Meu trabalho realmente começa e termina quando estamos filmando.
    Eu não tenho controle sobre o que um estúdio ou uma produção pretende fazer com o filme depois que eu tenho feito com ele.

    Uma vez que você teve reservas quanto mostrando a pele, existe alguma reserva semelhante à violência em filmes como esse?
    ELISHA CUTHBERT:O filme original não tinha violência a todos e, em seguida, o filme virou uma coisa completamente diferente. Gostaria, na verdade, que minha fala fosse maior, mas, infelizmente, nesse caso, eu não tive. Mas é que eu vou fazer um filme como Wanted, como Angelina Jolie fez? Claro que sim.

    Então você está em quadrinhos?
    ELISHA CUTHBERT:Eu tenho um fã desde que eu era mais jovem, sim.

    Você continua a segui - los?
    ELISHA CUTHBERT:Eu tinha um favorito como um garoto chamado The Maxx; MTV acabou fazendo uma caricatura versão dele. Tenho todo o conjunto da mesma, e esse é o meu favorito sempre foi e ainda é do tipo. Eu pensei que era muito inteligente e muito profundos e que a arte era como um mundo subterrâneo. Eu realmente utilizando como a arte japonesa de mangá e com todas essas cisas.
    mas Max é sempre o meu favorito.

    Você tem um lado negro para você?
    ELISHA CUTHBERT:De que forma?

    Você vê as pessoas se beneficia dos outros?
    ELISHA CUTHBERT:Não!

    Mas você é uma fã do hóquei!
    ELISHA CUTHBERT:Na verdade, sou bastante conservadora e anti - confrotacionais. Eu não sou uma grande fã de confronto, que é provavelmente a canadense em mim.

    Serio? Eu pensei a maioria dos fãs e multidões querem ir para lutas.
    ELISHA CUTHBERT: Acho que o pior seria assistir Ultimate Fighting, sabe? Hóquei pode ficar realmente agressivo e brigas definitivamente sair, mas eles são regulamentados e há funcionários lá. É quese calculado. Penso que fotbol é muito difícil de assistir, às vezes.

    Sua biografia diz que você é uma modelo antiga de pés. Como é ser escolhida por um órgão específico?
    ELISHA CUTHBERT:Você sabe, toda a gente vai lá comigo, mas eu tinha 6 ano! Não tenho nenhum tipo de afiliação com modelagem de pé. Sim. eu fiz isso como uma criança, mas não foi pés descalços, que estava em uma garota do catálogo com botas de borracha em.

    Isso não é tão sexy. Nossas desculpas.
    ELISHA CUTHBERT:Acho que a Internet criou tudo o que é que els queriam ciar com ele.

    Bem,é lá fora, na web, de modo que você começará algum estranho pé fetish pedidos de pessoas?
    ELISHA CUTHBERT:Não, não. No que se refere o quê?

    Como os fãs perguntando: "Posso beijar seus pés?"
    ELISHA CUTHBERT:Não. Quero dizer, não sei o que falar sobre blogs, mas, pessoalmente, não.

    Falando de blogs, você está em um lote das 100 mulheres mais quentes listadas. Quem você acha que são as cinco mulheres mais sexy vivas hoje?
    ELISHA CUTHBERT:Deixa para os especialistas para lidar com isso. Quando é que você sempre vê atriz de aparência feia?

      Data/hora atual: 1/20/2019, 7:15 am